Os Fidalgos da Casa Mourisca

Os Fidalgos da Casa Mourisca Livro n da Cole o livros de bolso europa am rica Esta edi o dos anos do s c XX A obra conta a hist ria dos fidalgos Negr es de Vilar dos Corvos uma fam lia abalada por v rias trag dias que vive

  • Title: Os Fidalgos da Casa Mourisca
  • Author: Júlio Dinis
  • ISBN: null
  • Page: 264
  • Format: Paperback
  • Livro n 44 da Cole o livros de bolso europa am rica.Esta edi o dos anos 70 do s c XX.A obra conta a hist ria dos fidalgos Negr es de Vilar dos Corvos, uma fam lia abalada por v rias trag dias que vive na Casa Mourisca Na altura em que se desenrolam os acontecimentos mais importantes da hist ria, a fam lia est reduzida a tr s membros D Lu s Negr o de Vilar de CorvoLivro n 44 da Cole o livros de bolso europa am rica.Esta edi o dos anos 70 do s c XX.A obra conta a hist ria dos fidalgos Negr es de Vilar dos Corvos, uma fam lia abalada por v rias trag dias que vive na Casa Mourisca Na altura em que se desenrolam os acontecimentos mais importantes da hist ria, a fam lia est reduzida a tr s membros D Lu s Negr o de Vilar de Corvos, um velho sexagen rio, grave, severo e taciturno , e os seus dois filhos, Jorge e Maur cio de temperamento e comportamento diferentes e antag nicos.

    • ☆ Os Fidalgos da Casa Mourisca || ↠ PDF Read by ✓ Júlio Dinis
      264 Júlio Dinis
    • thumbnail Title: ☆ Os Fidalgos da Casa Mourisca || ↠ PDF Read by ✓ Júlio Dinis
      Posted by:Júlio Dinis
      Published :2019-08-08T02:31:39+00:00

    About "Júlio Dinis"

    1. Júlio Dinis

      J LIO DINIS, pseud nimo de Joaquim Guilherme Gomes Coelho, nasceu no Porto a 14 de Novembro de 1839 Tirou o curso de Medicina na Escola M dica do Porto, aliando a profiss o de m dico de escritor Os seus primeiros textos foram publicados em A Grinalda e em O Jornal do Com rcio As suas principais obras, todas assinadas como J lio Dinis, s o As Pupilas do Senhor Reitor 1867 , A Morgadinha dos Canaviais 1868 , Uma Fam lia Inglesa 1868 , Ser es da Prov ncia 1870 , Os Fidalgos da Casa Mourisca 1871 , Poesias 1873 , In ditos e Esparsos 1910 , Teatro In dito 1946 47 O nico romance citadino Uma Fam lia Inglesa, baseado na literatura inglesa As Pupilas do Senhor Reitor e A Morgadinha dos Canaviais foram romances praticamente escritos em Ovar j os Ser es da Prov ncia e Os Fidalgos da Casa Mourisca foram redigidos no Funchal Esta ltima obra n o chegou a ser totalmente revista pelo autor devido sua morte prematura um primo seu ajudou o nesta tarefa e concluiu a J lio Dinis morreu na madrugada de 12 de Setembro de 1871, no Porto.Atendendo poca em que J lio Dinis viveu, seria natural situ lo no ultra romantismo Por m, as suas obras liter rias n o dever o ser inseridas nesta corrente, j que, devido influ ncia do pai, m dico, e sua educa o cient fica, J lio Dinis tinha uma vis o bem mais real e verdadeira do que a dos autores ultra rom nticos Mas tamb m n o devemos classificar a sua obra na corrente Realismo Naturalismo que come ou com as Confer ncias do Casino da gera o de 70, de E a de Queir s Podemos, sim, dizer que ele foi o percursor desta corrente liter ria no nosso pa s, o que levou a que fosse apelidado de inaugurador da escola naturalista.

    324 thoughts on “Os Fidalgos da Casa Mourisca”

    1. Um romance bucólico do virar do século, alimentado pelos tons quentes da terra e em cujas páginas se sente ainda o toque fresco e quebradiço da urze sob o orvalho, o aroma adocicado do campo em manhãs de primavera. Júlio Dinis acolhe sem pretensão os ensinamentos da escola romântica que antecede a sua geração, assim como toda a boa influência dos clássicos da literatura inglesa, sem no entanto se demarcar daquela em que temática e estilisticamente se inscreve. Não é, e desenganem- [...]


    2. Em tempos idos, havia uma tradição nas aldeias de chamar Casa Mourisca aos grandes solares senhoriais. Na aldeia retratada nesta obra a tradição mantém-se e o solar da família Negrões de Vilar de Corvos fica conhecida por esse nome pelos seus habitantes. Os fidalgos da Casa Mourisca estão arruinados. Uma má gestão e o orgulho de D. Luís levaram a propriedade a esta situação. Porém Jorge, o filho mais velho, descontente com o rumo que a sua casa levava, pediu ajuda a um agricultor q [...]


    3. Na destruição do velho sistema feudalista, e do nascer do novo paradigma da burguesia surgiu assim a obra " Fidalgos da Casa Mourisca" submetida aos ideais iluministas. Acreditando na inocência da coexistência pacifica entre dominantes e dominados, exploradores e explorados é descritível assim nestas páginas de Júlio Dinis a imaginária ordem vigente. Divagando em falsos moralismos e frases de ordem " Trabalha porque serás coberto de ouro" leva o leitor para uma paixão eterna sobre o t [...]



    4. Com m estilo puramente romântico, conta uma história cheia de paixão protagonizada por pessoas dos mais elevados sentimentos. Um pouco maçador ao fim e ao cabo.os fidalgos da casa mourisca, uma família nobre decadente são 3: Luís o velho pai, absolutista que tinha sido embaixador mas que com a revolução liberal se retirara para o seu solar na província. Primeiro manteve alguma ostentação, e até uma corte onde pululavam os oportunistas, que, acabando o dinheiro, o abandonaram, só fi [...]


    5. Júlio Dinis Como eu adoro a sua escrita reflectida e elegante. A forma como a sua belíssima prosa se encaixa, espelhando as suas próprias convicções, discutindo ideais e ideias, numa dura crítica moralista. As frases são astutas e inteligentes; os adjectivos estrategicamente aplicados.O enredo é bastante simples, encravado, como é costume com Júlio Dinis, pela opinião alheia.Girando em torno de uma família nobre, esta história traz-nos D. Luiz, que guarda um rancor faccioso contra o [...]


    6. Apesar de conhecer desde sempre os livros de Júlio Dinis cá em casa, a verdade é que nunca tinha lido nenhum até que finalmente resolvi lê-lo para um dos meus desafios anuais literários.Era hábito designar os solares senhoriais por Casa Mourisca e neste caso, os fidalgos estão numa má situação económica, resultante de um má gestão mas também do orgulho de D.Luís. Até que Jorge, o filho mais velho, decidi pedir ajuda a um antigo trabalhador de sua casa e que alcançou uma posiç [...]


    7. Júlio Dinis neste livro apresenta-nos personagens bem desenhadas e oferece-nos a possibilidade de entrarmos bem fundo dentro dos seus mais íntimos pensamentos. A imagem das paisagens bucólicas do campo é-nos descrita com prazer e cor, sendo certo que rapidamente nos apaixonamos por toda aquela realidade – que em algumas circunstâncias e com autores menos talentosos cheiraria a mofo – o que faz com que não consigamos deixar de ler num ápice a obra.[]Este é, obviamente, um livro que ac [...]


    8. Another Portuguese classic from the 19th century (I’m on a quest to read all written by Júlio Dinis), with his typical plot: siblings, family life, countryside, a romance opposed by society/family which is only reached once paramount obstacles are overcome. Also spiced up with Portuguese historical context of liberals vs absolutists in the first part of 19th century and the decadence of the noble families from rural areas.In this one the love story is frailer since the couple in love is proba [...]


    9. Tendo lido há dois anos atrás “As Pupilas do Senhor Reitor”, foi sem surpresa e com as devidas expectativas que li este romance utópico de Júlio Dinis. O cenário desta novela representa o Portugal rural do século XIX, onde a fidalguia definha devido às novas leis liberais, enquanto a nova burguesia floresce. Como é fácil de adivinhar, o amor fatídico faz colidir estes dois mundos, e tratando-se de uma obra de Júlio Dinis é fácil de prever a harmonia do desfecho. Tal como a obra [...]


    10. Pode parecer estranho mas nunca tinha lido Júlio Dinis, a perda era minha! Um retrato da sociedade provinciana portuguesa do seculo XIX que nos mostra as mudanças ocorridas nos diversos estratos sociais que nem sempre as mentalidades acompanham. Persongens completamente reais que poderiam viver ao virar da esquina e uma história bastante agradavel de seguir.




    Leave a Comment

    Your email address will not be published. Required fields are marked *